FANDOM


Letícia, em latim, significa alegria. Lúcia, na mesma língua-mãe, quer dizer luz. A língua "morta" lateja, como
O JOGO DE AMARELINHA
um fio invisível, mas vivo, no inconsciente dos escritores e leitores latinos. Não por acaso, os dois principais personagens esse conto chamam-se "alegria" e "luz": Letícia é a menina órfã; Lúcia, a madrasta que tenta abrir um espaço próprio no coração da criança. O resto é encantamento. O livro, em si, já é um presente para o leitor. Quando esse último, porém, tem o privilégio de notar que ele fecha a trilogia com duas obras anteriores de Graziela Hetzel, A cristaleira e O colar de pérolas, algo particular acontece: cria-se um fecho que só a melhor literatura produz, o fecho que sela um pacto de sensibilidade entre o escritor e o leitor.